quarta-feira, 30 de abril de 2014

As coisas que eu sei... ;)


Bolo de chocolate ensopado em mousse de chocolate.

:)

The Croods

Não há muito para dizer daqui: ou se gosta de animação ou não! Se se gosta o filme enche-nos as medidas, se não se gosta não vale a pena ver! Este filme tem uma vantagem foge um bocadinho ao estereótipo de príncipes e princesas e do felizes para sempre, só por isso já vale o voto de confiança! E nas vozes só temos gente conhecida, sendo Nick Cage o cabecilha! :p
É fofuxo!


A preguiça mais fofinha de sempre aka The Belt :D


Quanto vale em asteriscos: * * * 

V.
Os Croods (2013) on IMDb

Mirrors

Tinha este filme na lista de espera há imenso tempo e este fim de semana trouxe a vontade de o ver! Gosto muito do Kiefer Sutherland mesmo quando faz de mauzão, tem pinta e gosto da sua linguagem corporal . Aqui temos um clássico filme de terror, nada de novo, coisa má vs pessoas comuns que não se querem acreditar no que se está a passar! Onde está a novidade, a dita coisa má está portanto em espelhos. O facto de querer muito ver este filme foi por ouvir alguém dizer que era dos mais assustadores que já tinha visto, suponho portanto que não viu assim muito filme deste género, porque não é assim muito assustador. Tem um ou outro susto e bastante suspense mas a história em si não nada por aí além. O que tem de fartura é overacting especialmente da parte de Paula Patton, mas enfim, já vi bemmmmmmmmmm piores, para quem como eu gosta deste género é um bom entretém.



Quanto vale em asteriscos: * * * 

V.
Espelhos (2008) on IMDb

Arejar memórias ♥


V.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Deixava tudo por ele #11





1. Quem nasce no dia que ele nasceu só tinha obrigação de ser assim... giraço!! :D
2.  É australiano!

Rest my case! :)

domingo, 20 de abril de 2014

Bichos cá de casa. (Bigodes de Nata é para ti :D)

Serafim, o gato.


Camilo, o cão.


:)

Também existe uma tartaruga (a Touché), uma porca da Índia (a Tarantina) e uma catarurra (a Estrelinha aka demónio em figura de pássaro) mas não tenho aqui fotos! :D

True Detective

Eu vejo muitas séries é verdade! É um facto e já deixei de lutar contra isso! Eu sei que vou sempre acrescentar uma ou duas por temporada! Mas às vezes a culpa não é minha! Amigos, que sabendo bem que sou uma vendida neste assunto, sabem se repetirem a frase "Tens messssssssssssmo de ver isto", passado pouco tempo já tenho tudo em dia, se houver homens bonitos então é quase um favor que me fazem, como foi o caso do Baby Daddy (certo Ana S.?). Mas o caso que vos trago agora é diferente. Mesmo antes de ter ouvido a tal frase algumas vezes, ter sido mesmo pressionada na última sexta, já tinha lido muita coisa sobre a série em questão! Algumas coisas vão de encontro com a minha opinião outras não!
O conceito não é novo, mais ao nível do cinema e foi muito bem aproveitado nesta mini-série. Os protagonistas são o maior dos trunfos! Woody Harrelson muito consistente e interpreta o pai de família que tem um fraco por miúdas giras e Matthew McConaughey mostra-nos uma interpretação que ganharia à sua em Dallas Buyers Club. Em oito episódios apenas vemos a luta dos detectives Marty Hard (Harrelson) e Rust Cohle (McConaughey) que tentam desvendar a identidade de um assassino de uma série de crimes horrendos. Com muitos flashbacks e muitos nomes a narrativa para o final torna-se um bocadinho confusa e ficamos com a sensação que poderia ter sido feito mais, mas mesmo assim temos de lhe tirar o chapéu. Para quem gosta de crime, suspense e tem oito horas livres é favor ver esta primeira temporada e esperar que venham mais com mais mistérios e bons actores.




P.S.- A banda sonora é muito boa!

Quanto vale em asteriscos: * * * *

V.
True Detective (2014– ) on IMDb

Frozen

Já se fez melhor e com menos paleio! O que temos de realmente bom aqui são os efeitos especiais, o modo como o filme é feito porque história é muito fraquinha! A introdução que é feita no início só nos conta o porquê de Elsa se ter afastado da irmã (Anna), sobre o porquê dos seus poderes não há muito! A partir daí não se vê grande genialidade! Tem boas músicas e aí sente-se a magia a que a Disney nos habituou, mas espera-se sempre o impossível e como acho que já atingiram esse patamar fica sempre a saber a pouco! 
Vá o Olaf é um fofinho e o Sven também! :D




Quanto vale em asteriscos: * * *

V.
Frozen - O Reino do Gelo (2013) on IMDb

Misery

Graças à Dora e a seu blog, ganhei vergonha na cara e finalmente vi este filme. Este é um daqueles casos que devia ter levado uma chapada quando o filme acabou! Essa chapada seria pelo tempo que demorei a ver tal coisa! Este filme é realmente bom! Kathy Bates está um petisco e coitado do James Caan! A cena em que Annie (Kathy Bates) parte os tornozelos a Paul (James Caan) é um clássico deste tipo de cinema e já vi tanto filme de terror e afiliados mas mesmo assim viro sempre a cara! O Óscar foi bem merecido, Kathy Bates faz-nos mesmo acreditar que é aquela pessoa obcecada, desequilibrada e louca o suficiente para matar um homem somente para ter mais um capitulo do seu livro favorito. Um clássico no seu estado mais puro. 



Quanto vale em asteriscos: * * * *
V.
Misery - O Capítulo Final (1990) on IMDb

sexta-feira, 18 de abril de 2014

A minha Banda Sonora #8



Já todas fomos pitas né? (ou putos lol)
E o mel azeiteiro que esta música tem era droga para os meus ouvidos quando era tempo para sofrer por aquelas paixões tão típicas da pequenez :)
Confesso que ainda gosto, mas só ouvi-la uma vez de ano a ano ou então ao vivo :)

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Deixava tudo por ele #10



Caleb Followill mais conhecido como "vocalista dos Kings Of Leon". Tendão de aquiles da casa, bad boys que tocam guitarra e este com o extra de ter uma voz de levantar mortos! Outch!!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

The Place Beyond the Pines

Este filme foi uma agradável surpresa. Não dava um chavo por ele e confesso que o vi por juntar Ryan Goslin (nada sexy aqui) e Bradley Cooper (bastante sexy aqui) mas acabei rendida. Vou fazer-vos um favor e não vou fazer qualquer tipo de comentário à história pois o que me marcou foi o facto de ir mesmo às escuras, sem saber nada. Tem um bom twist e agarra-nos até ao fim e olhem que tem 2h 30m. 
Vejam.



Quanto vale em asteriscos: * * * *

V.
Como Um Trovão (2012) on IMDb

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Mood #18

Ando debaixo do feitiço desta voz... Não sou capaz de ouvir mais nada...



V.

Baby Daddy

Porque número de séries que vejo não doentio o suficiente decidi começar mais uma! O que me reconforta é que este ano acabam algumas. Já contamos com o fim de How I Met Your Mother e Raising Hope, mas ainda teremos o final de Mad Men, Californication (acho) e True Blood. Assim porque não adicionar mais uma à longa lista?





É fácil de perceber o interesse não é? 
A bébé não é fôfa?? :p

V.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Raising Hope (4ª Temporada, Series Finale)

Nunca tive fé que esta série vingasse, não era mediática o suficiente. Mas ano após ano era renovada e ficava feliz por isso, pois havia episódios que me levou às lágrimas de tanto rir. Mas este ano o esperado chegou, não renovaram e acho que não houve tempo para pensarem num fim, porque ficou tudo muito mal resolvido! Foi só mais um episódio sem qualquer tipo de conclusão.
Mas ficam quatro temporadas realmente engraçadas e muitas gargalhadas pelo caminho.


Quanto vale em asteriscos: * * * 

V.

Raising Hope (2010– ) on IMDb

Cougar Town (5ª Temporada)

Eu nem gosto muito desta série mas não sei porquê continuo a vê-la. Acho que é o saudosismo da Courteney Cox, apesar dela estar tão plástica que em parece a mesma pessoa! 
Esta temporada não se diferenciou muito das outras, enrolam até ao final e no último episódio acontece sempre qualquer coisa mais interessante, parece que estou a ver o que vai acontecer na próxima. No entanto  tivemos um convidado especial que para aqueles que como eu adoram Friends foi um petisco. 




Matthew Perry deu o ar de sua graça e foi giro vê-los juntos tanto tempo depois, a idade é que não perdoa. :)

Quanto vale em asteriscos: * * * 

V.
Cougar Town (2009– ) on IMDb

sexta-feira, 4 de abril de 2014

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Deixava tudo por ele #8



Não o devem conhecer, mas eu apresento, Daniel Gillies. Faz de vampiro original em "The Vampire Diaries" e "The Originals". E digo-vos poucos homens sabem usar um fato como este sabe.



quarta-feira, 2 de abril de 2014

How I Met Your Mother (Series Finale)

[CONTÉM SPOILERS]


Ora bem... Estamos perante um caso parecido com o de Dexter, felizmente não era assim tão apanhada por How I Met Your Mother como era por Dexter evitamos mais uma desilusão. 
Isto foi praticamente uma morte anunciada! Desde a quebra de qualidade da série há várias temporadas e o encher de chouriços que foi esta última, que via-se a milhas que o fim ia ser desastroso ou chato. Ora bem, conseguiu ser um bocadinho das duas coisas. Hoje em todo o lado não se fala de outra coisa, a página oficial da série no Facebook foi apedrejada por fãs, que no calor da raiva atiravam para todos os lados! Been there, Dexter!! Mas vendo bem as coisas poderia ter sido pior, mas não é esta ideia de, podia ter sido pior, que deixa um gosto amargo, mas sim a ideia do quão genial poderia ter sido. 
Não querendo por o dedo na ferida, acho que estamos todos de acordo que toda a série roça muito na cópia descarada de Friends e posto isto, os criadores tiveram a brilhante ideia de tentar recriar a relação de Rachel (Jennifer Aniston) e Ross (David Schwimmer) pois amigos correu mal.
Então temos o seguinte quadro:
- Lily e Mashall acabam como começaram, apaixonados e doidos um pelo outro. Agora casados, pais de dois filhos e com o terceiro a caminho. Marshall chega finalmente a juiz;
- Barney depois de se ter divorciado de Robin (sim! passamos uma temporada que gira em torno deste casamento e eles divorciam-se) volta à sua vida de mulherengo. Mas uma noite não corre como previsto e acaba por engravidar a conquista (não se sabe o nome). Dessa noite nasce Ellie, e aqui temos o momento fofinho de todo o episódio. Ao conhecer a filha emociona-se e diz que ela é o amor da sua vida e que tudo o que ele tem e é, é dela para sempre! Dito por Neil Patrick Harris fica lindo, acreditem! :)
- Robin afasta-se do grupo e tem a carreira profissional que sempre quis;
- Ted, conhece o amor da sua vida e casa-se. Tem dois filhos e a mulher morre. TAUUUUUUUUUUU!!! Ok, já se sabia deste rumor há tempos mas mesmo assim custou ver. E o melhor: porque é que ele passa este tempo todo a contar aos filhos como conheceu a sua mãe? Para lhes perguntar se acham bem ele convidar a tia Robin para sair! AHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAH
Eu não sei se é genial ou realmente mau. Muitos defendem que a mãe foi praticamente uma diversão enquanto Robin não estava disponível para Ted. Mas no fundo, acho que não! Ele amou muito a mãe dos seus filhos e foi amor verdadeiro. Mas esse desgraçado, esse angustiante amor, o primeiro, teima sempre em aparecer.
Até sempre :)





Quanto vale em asteriscos: * * * *

V.
Foi Assim que Aconteceu (2005– ) on IMDb

terça-feira, 1 de abril de 2014

Filmes da minha vida #4

Interview with the vampire








Não me canso de ver este filme! A semana passada devo ter adormecido umas três vezes  vê-lo. Mais um que sei cada palavrinha de cór. Tem três nomes de peso como protagonistas Tom Cruise, Brad Pitt e Antonio Banderas e na altura uma promissora pequena actriz Kirsten Dunst que foi muito boa actriz neste filme, depois acabou-se! Para quem gosta de filmes com vampiros a não perder!


Entrevista Com o Vampiro (1994) on IMDb