segunda-feira, 31 de março de 2014

Blue Jasmine

Ainda sou do tempo que Woody Allen fazia filmes bons! Não vi sequer vestígios do realizador que fez "Vicky Cristina Barcelona" ou o maravilhoso "Match Point". Vi um realizador com uma falha de criatividade e que insiste em fazer filmes. 
Parece que o papel foi escrito exclusivamente para Cate Blanchett brilhar no entanto, e por várias vezes, foi abafada por Sally Hawkins, que à sua maneira e com um papel muito menor soube aproveitá-lo bem melhor. Não estou com isto a dizer que Blanchett não fez um bom trabalho, fez, mas não é justo vencedor dos prémios que recebeu. Meryl Streep põe esta interpretação a um canto na primeira cena que faz em August: Osage County.
Jasmine habituada a um estilo de vida sem preocupações monetárias vê-se sem nada. Sem dinheiro, sem marido e sem amigos. Vê como a sua única solução pedir ajuda a sua irmã que vive em São Francisco, mas que vive num mundo muito diferente ao que Jasmine está habituada. A partir daqui temos algumas situações engraçadas q.b., mas a monotonia apodera-se do filme e quando este ganha algum interesse começam a dar os créditos finais. Claramente dos mais fracos que Woody Allen já fez.



Quanto vale em asteriscos: * *
V.
Blue Jasmine (2013) on IMDb

3 comentários:

  1. Eu não costumo achar os filmes do Woody Allen nada de especial e deste gostei. Ela esteve muito bem e a história é gira. Levesinho :)

    ResponderEliminar