quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Dallas Buyers Club

O filme acabou e o medo apoderou-se de mim. Pois é Leo, temos aqui concorrência à séria. Como já li da boca de mil pessoas, o papel que Matthew McConaughey faz aqui em Dallas Buyers Club é provavelmente o papel da sua vida, dificilmente conseguirá um papel assim, pois a sua escolha em relação aos seus trabalhos não é sempre a mais regular, tão depressa faz papelões como só mostra carne e pouco trabalho (não é que o pessoal se importe de lhe ver o six-pack), já o DiCaprio tem bom dedo para aquilo que faz, escolhe criteriosamente os filmes que faz e tem Scorsese sempre para o amparar, ou seja, mais papéis bons virão. Pessoalmente quero muito que ganhe o Leonardo DiCaprio, já é uma opção pessoal, quero! Acho que merece, pela carreira que construiu e pelo talento que tem, mas racionalmente acho que quem vai ficar com a coisa é o Matthew. O povo gosta muito das transformações físicas e personagens como que McConaughey interpreta, mártires. Se merece? Sem sombra de dúvida. Se voltará a estar nesta posição? Claro! Basta querer. É uma cara bonita mas vale muito como actor. Em relação ao filme, não é nada que não tenha sido visto antes. Uma história de luta, amizade, preconceitos e mudança de mentalidades. Aqui são mesmo as interpretações e a entrega aos papéis que tomam conta da qualidade do filme. Em jeito de conclusão, Matthew McConaughey roça na perfeição e Jared Leto deixa-nos de queixo caído também. Continuo na opinião que ele devia largar a música e dedicar-se só ao cinema, faz poucos filmes, mas quando os faz. saiam da frente. Mais uma vez a mudança de aparência é notória, mas acaba por ser secundária, pois e entrega que mostra a cada minuto que nos aparece no ecrã é de arrepiar. Das cenas cómicas, às de cortar a respiração temos um pouco de tudo, mas confesso que a que ele vai ter com o pai é arrebatadora. Certo e sabido que o Óscar de Actor Secundário vai parar à casa deste. Vejam e emocionem-se.

Tenho mesmo de fazer estas comparações, são as mesmas pessoas:

Mattew McConaughey




Jared Leto




Já bem mais compostinhos com Jannifer Garner.



Quanto vale em asteriscos: * * * *

V.
O Clube de Dallas (2013) on IMDb

9 comentários:

  1. Concordo com tudo o que escreves, como já o mencioneu no meu blog.
    Por muito que AME (lol) o DiCaprio, ainda não é este ano...este ano é o ano do McConaughey. Sem dúvida.

    "Recomendo-te" dois filmes deles onde estão também muito diferentes do normal: "Killer Joe" e "Requiem for a Dream".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Requiem for a dream é dos meus filmes de culto!! É tão forte que até custa a olhar!! Epá e sim, é mesmo provável que não seja o Leo, este filme está mesmo fortíssimo! A ver vamos!!

      Eliminar
    2. O Requiem está no meu top 5 de sempre!

      Eliminar
  2. Pai do Céu, tenho de ver o filme com urgência. Já vi que vou ficar de coração dividido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vais pois assim como eu tou! :/ Olhe no meio disto tudo há-de ganhar o Christian 'King' Bale! :D (vou ver hoje o American Hustle, se a gripe permitir)

      Eliminar
    2. Estes ando a vê-los no cinema. O Bale não ganha.

      Eliminar
    3. Claro que não, mas era irónico! :D

      Eliminar