quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Fringe

Como já vejo pouca coisa, meti-me em mais uma série. Ouvia muita gente falar sobre esta série mas nunca me puxou para ver, mas recentemente em conversa com um amigo ele convenceu-me em ver o Pilot pelo menos, e assim o fiz. Mas como não tenho muito que ver (e ando em pausa de filmes) resolvi continuar. Vi a primeira temporada a ferros, só mesmo nos últimos episódios é que se deu aquele click do vício. A segunda temporada passou a correr (talvez por ser a minha favorita) e entrei na terceira e última até ao momento! A história está interessante, mas já me começa a confundir o cérebro, quando penso que finalmente já percebi tudo o que se está a passar dão uma reviravolta à coisa e eu fico na mesma, como um burro a olhar para um palácio (sempre gostei desta expressão). A próxima temporada estreia dia 23 de Setembro e cá estou à espera dela! :D



Quanto vale em asteriscos: * * * *

domingo, 28 de agosto de 2011

Estreias TVI

Em conversas de café um dos temas que vem sempre à baila são evidentemente filmes. Recentemente numa das inúmeras visitas ao meu café habitual com um amigo a conversa cinematográfica da noite levou-nos para um tipo de filmes que passam a horas pouco decentes (madrugada fora) na TVI, sempre com o selo "Estreia" perto do logo da estação e que são sempre de qualidade duvidosa. Este meu amigo parece ser expert na coisa visto até tem um favorito esse poderoso clássico "Aztec Rex". Não conhecem? Boa! É sinal que são normais... Eu também não conhecia mas como a minha curiosidade é quase tão grande como a paixão que nutro por cinema, tive de ir pesquisar sobre a matéria e garanto-vos que é algo que ultrapassa o imagiário do comum mortal... Só vi o trailer e li alguns comentários que estavam por baixo do video no YouTube e as opiniões são unânimes, é um filme péssimo, mas a todos os niveis, argumento, actores, efeitos especiais ou melhor a falta deles! Enfim, mas o mais grave disto são depois os videos que aparecem na página do YouTube supostamente relacionados com este. Eu não tinha ideia que se podia fazer tantos filmes (maus) com tubarões e répteis de todo o género. Nomes como: "Megashark vs Crocossauro", "Hogzilla", "Sharktopus", "Carnossaur", "Return of Godzilla", "The Curse of Komodo", são apenas alguns dos títulos que lá aparecem, mas aposto que existem bastantes mais, aliás sou pessoa para apostar que deve haver festivais para este género cinematográfico, só isso justifica a massificação deste veneno visual! Pelo que vi, em todas estas pérolas, há uma cena que aparece na maioria , um tubarão de dimensões "titaniquescas" abocanha algo grotesco (helicóptero, petroleiro, etc.) como se de ashigã se tratasse e em vez de criar no espectador a sensação de medo e terror, disponta aquele riso do tipo " Estes gajos são mesmo parvos". Épico! O senhores da TVI também gostam de testar a inteligência dos espectadores. Aparentemente estes filmes são tão bons que merecem ser estreias mais do que uma vez, passam o mesmo filme com o intervalo de uma semana mas sempre com o tal selo de "Estreia", a minha teoria é que os filmes são tão maus que nem eles próprios os veêm, ou seja, para eles é sempre estreia. Outra questão, porque é que no meio de tanta coisa que se produz eles compram estes obras de arte? Simples, isto devem ser tipo pacotes, na compra de um ou dois filmes ditos bons, estas ruindades vem como ofertas, exemplo: " Na compra de Harry Potter e os Talismãs da Morte parte I e II oferemos "A Lagartixa Mutante" e "A Aranha de estimação que não pode comer pêssegos", ou algo do género... Lol Cúmulo dos cúmulos e depois de ter dito estas barbaridades todas, é que são filmes tão mas tão maus que dá vontade de ver...
Quase no final desta minha pesquisa descobri as versões de terror deste género e só vos deixo um nome: "Pinóquio - O Perverso"
Nada mais a dizer.






Nota: Não vejam isto tudo de seguida não vos vá fazer mal! Deve haver gente a ter AVC's por menos!

Beijos e Abraços 

sábado, 20 de agosto de 2011

Lady Gaga

Não dá para chegar a um consenso quando se fala desta mulher! Para muitos é apenas show-off, para outros uma verdadeira artista. Pior ainda quando é comparada a Madonna e aí sim o verniz estala logo. Os fãs de Madonna não gostam da comparação e os de Lady Gaga teimam em dizer que a Queen of Pop perdeu o trono e que agora o reino é de Gaga. A minha opinião é tão simples como isto: sinceramente acho que as duas podem viver sem ter de tropeçar uma na outra! A Madonna nunca mas mesmo nunca vai perder fãs, deixar de vender discos ou deixar de esgotar concertos por causa de quem for! Tem a carreira mais que sólida e uma carteira de fãs de fazer inveja e concertos de "bradar aos céus", mas no meu ponto de vista não é grande cantora, é uma verdadeira performer. Tem espetáculos de luz e som fenomenais, êxitos orelhudos desde 1980, com 53 anos dança como ninguém enfim merece o título de rainha! 
O fenómeno Gaga já é outra conversa! No início não lhe achava grande piada, achava-a demasiado espaçosa, que ia basear a carreira apenas nas roupas, videoclips e músicas de refrão fácil! Mas agora ouvi-la cantar ao vivo, tocar piano e fazer letras brilhantes como "You and I" fez-me mudar de ideias gradualmente. Efectivamente é uma grande artista e se não se perder por outros caminhos é capaz de poder ter ainda algum título da realeza entretanto. Custa admitir mas primeiro estranha-se e depois entranha-se! :)





Brilhante **

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Mr. Nobody

Não via um filme há algum tempo, ando mais virada para sol, piscina e uma série ou outra de vez em quando, mas uma amiga do grupo no Facebook fez-me pirraça com este "Mr. Nobody" e teve de ser! O filme no geral, é bom mas acho que falta qualquer coisa, especialmente bom senso do realizador em o ter feito tão confuso! Eu cheguei ao fim (nem falemos no final, non-sense) sem saber se tinha percebido tudo bem ou não, e em conversa com outra amiga que viu o filme ontem também, chegámos a conclusões diferentes, mas se calhar este era um dos objectivos do realizador /argumentista pôr o pessoal a pensar e cada um tirar as suas conclusões! O que me deixa mesmo intrigada é por que raio é que o Jared Leto não se dedica inteiramente à carreira de actor?? Talvez a melhor coisa do filme! :D A OST é bastante boa.





Quanto vale em asteriscos: * * *

Beijos e Abraços 

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Bon Jovi

Foi ontem, foi ontem que se fez história e que a presenciei em primeira mão! Desde que soube que os Bon Jovi vinham a Portugal só me vinha uma frase à cabeça "Tenho de ir!!" e com uma grande ajuda da Sílvia isso tornou-se realidade! Tinhamos os bilhetes desde Janeiro e só de pensar que ainda faltava tanto tempo dava para desesperar, mas o tempo foi passando e quase sem dar conta Julho chegou e o dia 31 cada vez mais perto até que finalmente ontem a coisa aconteceu! Cresci a ouvir Bon Jovi,o meu primeiro cd foi o Best Off, Crossroads que saiu em 1994 ou seja, tem todos os temas old school da banda. Tava muito expectante com o alinhamento, porque queria muito ouvir todos esses grandes clássicos, e tinha por base o Best Off que lançaram em Novembro que tem 29 músicas e era praticamente um  concerto de sonho!!! E foi o que aconteceu... Um concerto de sonho, "A lifetime show!". Cantaram duas horas seguidas e fizeram o primeiro encore, mas já tinhamos na bagagem " You Give Love a Bad Name", "It's My Life!, "Bad Medicine", "I'll Be There For You", " Keep The Faith", entre muitas outras! Mas ainda faltavem muitas mais, aquelas orelhudas que toda a gente esperava, especialmente aquela balada roqueira que certamente era ansiada pelas 56 mil pessoas que lá estavam a gritar em plenos pulmões tudo o que o Jon cantava, estou a falar claro de "Always". Voltam ao palco e de seguida cantaram: "These Days", "Wanted Dead or Alive", "This Ain't a Love Song" e "Livin' on a Prayer" já me faltava o ar mas mesmo assim ainda faltava qualquer coisa, fizeram o teatro de que o concerto vai acabar até tiraram uma fotozinha para assustar a malta.


É aqui que ele volta ao microfone e diz: "Do you want more?? But I'm so tired!!" e a seguir entra a bateria alucinante da intro do "ALWAYS", foi a loucura geral!! Depois deste apogeu cantaram "I Love This Town" e "Twist and Shout" e aí sim acabou uma jornada de 3 horas que pareceram 30 minutos!! Com direito a umas lágrimas e a um agradecimento sentido, despediram-se a dizer que vão sentir a nossa falta, mas não da maneira como nós vamos sentir deles. Foi uma noite em cheio e já fiz mais uma cruz na minha lista de concertos de sonho! :D



 AMEI :D:D