terça-feira, 3 de maio de 2011

Filmes/Obras de Arte

Sou uma grande fã de cinema (como se deve notar), fã não, sou obsessivamente apaixonada por cinema o que me leva a estar sempre a ler sobre o assunto e a tentar ver todos os filmes que posso... Mas no entanto tenho uma grande falha, os grandes clássicos, mas ando a tentar remediar isso. Por isso hoje vi "The Last Tango in Paris" com Marlon Brando e  Maria Schneider e tive a sensação de "Ok,estou mesmo a ver isto!", porque são TANTOS os filmes que usam referências deste, que é um dos que estão num tal nível que temos a sensação que é quase ilegal tê-lo em casa, quase como ter a Mona Lisa na parede da nossa sala. E vi-o. E gostei. Tendo em conta que foi feito em 1972 e as mentalidades da altura, faço uma pequena ideia a polémica que não foi. E agora sim percebo a mística de Marlon Brando. De tudo o que já li sobre ele nada é consensual, a sua maneira de levar a vida, a sua maneira de representar, e porquê? Porque acho que ele não fazia distinção entre as duas coisas... Efectivamente brilhante...


Quanto vale em asteriscos: * * * *
 
Beijos e Abraços

Sem comentários:

Enviar um comentário